Loading

Retrofit é uma boa opção?

 

Artigo escrito para a coluna “Mercado Imobiliário”, sob responsabilidade do Engenheiro e Advogado Francisco Maia Neto, publicada quinzenalmente no jornal Estado de Minas, de Belo Horizonte-MG

Veja outros artigos

Leia outros artigos do Engenheiro e Advogado Francisco Maia Neto publicados nos diversos órgãos de imprensa

Artigos relacionados

A casa de emissão zero
A Casa do Futuro
A dimensão do alqueire
A importância das cores
A importância do Habite-se
A nova lei das garagens
A polêmica do amianto
A real área de um apartamento
A sustentabilidade na construção civil
A tragédia do “puxadinho”
Acessibilidade já (Parte 1)
Acessibilidade já (Parte 2)
Alteração de fachadas e das áreas comuns
Aquisição do espaço aéreo
Autonomia e conforto para o idoso
Averbação de segurança
Barulho nas edificações
Built to suit, uma locação atípica
Caminhos do crescimento
Casa em resort
Casa Office
Casa para o Idoso
Casas de plástico
Casas nano
Certidão de nascimento do imóvel
Cessão de superfície
Combatendo os vazamentos
Compra de imóvel na planta
Condomínio multifuncional
Construção em ação
Construção em série
Construção é coisa séria
Construções em bambu
Contaminação do solo
Desenho universal
Edifícios ecológicos
Energia solar
Florestas urbanas
Hotéis verdes
Imóveis de papel
Inimigo invisível
Jardins suspensos
Loteamentos em risco
Material certificado
Medidores individuais de água
Mobilidade Urbana
Mudanças de padrão
Muitas contratações, pouca qualificação
Nova Norma sobre o CUB - 1
Nova Norma sobre o CUB - 2
O batismo dos edifícios
O cobre e seu uso
O Home Equity
O padrão de cada um
Os 10 mandamentos do imóvel na planta
Os 7 mandamentos da acessibilidade
Precisa-se de engenheiros
Projeto de impermeabilização
Prédio certificado
Qual a área real de um apartamento?
Que fatores valorizam e desvalorizam um imóvel ?
Regimes de construção (preço fechado ou custo)
Retrofit e escassez de terrenos
Retrofit verde
Retrofit é uma boa opção?
Reutilização da água pluvial
Sistema framing de construção
Telhado de vidro
Telhados brancos
Tributação imobiliária
Uma lei contra as catástrofes
Vistoria para entrega das chaves

Invariavelmente nos deparamos com a citação da técnica do retrofit imobiliário como referência em intervenções urbanas, especialmente quando se aborda a questão da revitalização de áreas e atualização de construções.

 

Este conceito, cujo significado seria reconversão, aportuguesado para o termo de origem inglesa retrofit, tem origem nas expressões latina retro (movimentar-se para trás) e inglesa fit (adaptação, ajuste). 

Surgido na Europa e Estados Unidos, onde é bastante corriqueira, esta prática tem o objetivo de revitalizar antigos edifícios, aumentando sua vida útil, através da incorporação de modernas tecnologias e utilização dos mais avançados materiais.

 

Nestes países, a rígida legislação não permitiu que o rico acervo arquitetônico fosse substituído, abrindo espaço para o surgimento desta solução, que preserva o patrimônio histórico, ao mesmo tempo em que permite a utilização adequada do imóvel. 

 

No Brasil, com a ampliação da preocupação com a defesa de áreas tombadas, aliada ao desenvolvimento das cidades, cria uma demanda para este tipo de solução, que é uma opção a ser considerada em duas situações, quando a recuperação reduz custo em comparação com uma construção nova, ou, no caso de uma edificação histórica, cria condições para novas funções e facilita seu uso. 

 

Em qualquer das situações o retrofit tem o sentido de renovação, onde presupoem-se uma intervenção integral, obrigando-se ao encontro de soluções nas fachadas, instalações, elevadores, proteção contra incêndio e demais itens que caracterizam seu posicionamento no que exista de melhor no mercado.

 

Neste sentido percebe-se que difere substancialmente da simples restauração, que consiste na restituição do imóvel à sua condição original, ou da reforma, que visa à introdução de melhorias, sem compromisso com suas características anteriores.

 

De tudo o que foi exposto, percebe-se que o retrofit deve buscar a eficiência, pois é mais difícil do que iniciar uma obra, em função das limitações físicas da antiga estrutura, entretanto, a redução do prazo e a adequação geográfica do imóvel certamente estimulam cada vez mais a adoção desta prática.

 

 

 

 

Rua Congonhas, 494 - Santo Antônio - CEP 30330-100 - Belo Horizonte - MG

Fone: +55 31 3281.4030 - Fax: +55 31 3281.4838 - geral@precisaoconsultoria.co